Descontínuo Reverso

Fotografia: Chema Madoz (Espanha, 1958).

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Composição sobre a frase do filho


André Kertész (Budapeste, 1894-1985). Livro de Elisabeth.


quando escuto os seus pés
colando e soltando em estalidos
da madeira do chão
(soluços descalços)
quando abre a água do banho
sendo a chuva da casa no meio da tarde
forja o tempo preciso;
contrito
ultrapasso o trópico do corredor
chego ao canto da sala junto à mesa
estendo o corpo no mosaico dos seus coloridos
pequenos pedaços da imaterialidade que é você
secreto te componho e me aposso:
seu mundo faz festa comigo.